13 de outubro de 2011

O Homem do Ano - 2002

Ninguém mata sem motivo. Mesmo que este seja banal. Em "O Homem do Ano", filme que marcou a estréia de José Henrique Fonseca como diretor de longa-metragem, a trajetória de um vendedor de carros usados desempregado que vira assassino profissional e, finalmente, dono de uma empresa de segurança (Milicia Urbana), é traçada a partir de um acontecimento vulgar, corriqueiro, que vai ganhando uma surpreendente dimensão. Este anti-herói chama-se Máiquel (Murilo Benício), rapaz da periferia carioca, que perde uma aposta, pinta o cabelo e vende a alma ao diabo.

Comentários
1 Comentários

1 Comentários:

Carlos Eduardo disse...

Um filme simplesmente FODA !!!

Postar um comentário